Política de Cookies TICNOLOGIA - Directiva Europeia - EU e-Privacy Directive

Este website utiliza cookies na gestão de autenticações, navegação e outras funcionalidades que lhe disponibilizam uma melhor experiêcncia de utilização. Ao utilizar o nosso website, você aceita que nós coloquemos este tipo de cookies no seu dispositivo.

Visualizar toda a documentação sobre o e-Privacy Directive

Home Notícias Segurança Informática Universidade de Cambridge recusa censurar tese de aluno sobre as vulnerabilidades dos sistemas “chip-and-PIN”


chip_and_PINDepois da publicação de uma tese de mestrado, onde um aluno documenta as conhecidas falhas dos sistemas “chip and PIN” usadas pelos Bancos, ter provocado a ira do sector bancário no Reino Unido, a Universidade de Cambridge mantém-se do lado do aluno e recusa censurar o seu trabalho.

Não se trata de mais uma "fuga" do WikiLeaks, mas sim de uma tese de mestrado de um aluno de Cambridge. De nada valeu a carta que a Associação de Bancos do Reino Unido escreveu à Universidade de Cambridge, apelando à censura sobre uma tese de mestrado de um aluno, onde são explanadas as falhas de segurança à muito tempo conhecidas, nos sistemas bancários que utilizam as soluções com PIN de segurança e chip, à semelhança dos nossos cartões de multibanco, pois a Universidade defende o trabalho do aluno.

Ross Andrerson, Docente nesta Universidade, nas áreas da segurança informática e autor de inúmeras publicações sobre o tema, reagiu com dureza à carta, chegando mesmo a responder por escrito à Associação de Bancos, afirmando que para além da legalidade da tese do aluno, e de esta já ser de domínio publico, a Universidade nunca iria censurar um trabalho científico, apenas porque este poderia melindrar algum interesse poderoso, neste caso a Banca.

O Docente afirma ainda que os Bancos deviam estar mais preocupados em corrigir as vulnerabilidades na segurança dos sistemas bancários, ao invés de se queixarem que a tese poderá minar a confiança nos Bancos, por parte dos seus clientes.


Discutir este artigo
Você necessita de fazer login ou registar-se para participar nesta discussão.

Online

Temos 69 visitantes em linha