Política de Cookies TICNOLOGIA - Directiva Europeia - EU e-Privacy Directive

Este website utiliza cookies na gestão de autenticações, navegação e outras funcionalidades que lhe disponibilizam uma melhor experiêcncia de utilização. Ao utilizar o nosso website, você aceita que nós coloquemos este tipo de cookies no seu dispositivo.

Visualizar toda a documentação sobre o e-Privacy Directive

Home Notícias Flesk Telecom inaugura datacenter no Sul do país


datacenter-fleskNum investimento superior a 1 milhão de euros, concebido a pensar em três parâmetros-chave: modularidade, eficiência e redundância, a Flesk Telecom instalou um dos maiores datacenters no Sul do país.

A Flesk Telecom, responsável pelo site Domínios.pt, inaugurou o seu novo Data Center em Faro, aquela que é a primeira infra-estrutura tecnológica do género na região sul do país, com uma capacidade instalada para mais de 2.000 servidores dedicados, representando um investimento superior a 1 milhão de euros.

A Flesk Telecom foi fundada em 2010 e opera na área do registo de domínios e alojamento de websites, com uma vertente de housing de servidores dedicados, sendo esta área que irá agora ser reforçada com o novo Data Center.

Como a eficiência energética faz parte da cultura da empresa, tendo sido escolhidos apenas equipamentos com uma excelente relação potência/consumo, o projecto de arquitectura incluiu também o aproveitamento máximo da luz natural em zonas de escritório, onde não é necessário utilizar iluminação artificial na maior parte do dia.

Outro aspecto importante tido em conta foi que toda a infra-estrutura foi desenhada pensando em redundância, duplicando todos os equipamentos base, como o fornecimento de e até ao arrefecimento e incluindo os circuitos dedicados de fibra óptica.

Foram também instaladas duas unidades de UPS de alta eficiência, tendo estes equipamentos sido combinados com quadros de distribuição de energia modulares. Foi também implementada uma orientação Hot/Cold Aisle dos bastidores, estando estes preparados para o hot containment caso as cargas térmicas assim o justifiquem de futuro. Quanto ao sistema principal de arrefecimento, este foi baseado em chillers exteriores com água gelada, que interagem com equipamentos interiores, estando assim estes últimos mais próximos da carga térmica do que outras soluções de arrefecimento mais convencionais. Por fim, foi instalado um gerador que garante toda a alimentação eléctrica do edifício em caso de falha da rede.

Online

Temos 101 visitantes em linha