Política de Cookies TICNOLOGIA - Directiva Europeia - EU e-Privacy Directive

Este website utiliza cookies na gestão de autenticações, navegação e outras funcionalidades que lhe disponibilizam uma melhor experiêcncia de utilização. Ao utilizar o nosso website, você aceita que nós coloquemos este tipo de cookies no seu dispositivo.

Visualizar toda a documentação sobre o e-Privacy Directive

Home Notícias Ciência e Espaço Degelo na Antártida duplicou


ESA-Antartida_perde_geloO grande continente branco, a Antártida, já está a perder cerca de 160 biliões de toneladas de gelo por ano para o oceano, o que representa o dobro desde a última vez que o continente foi estudado.

Este novo estudo foi realizado pelo satélite europeu Cryosat, que possui um radar desenhado especificamente para medir a forma da camada de gelo. Estas perdas de volume de gelo podem causar um aumento no nível do mar de cerca de 0,43 milímetros por ano.

cryosat-ESA

 

Este novo estudo resulta de um trabalho realizado entre 2010 e 2013, sintetizando outras observações de outros satélites que foram realizadas entre 2005 e 2010. De uma forma sistemática, o Cryosat da Agência Espacial Europeia (ESA), utilizou um altímetro e foi traçando as mudanças na altura da camada de gelo, que ganha volume com a queda de neve, e por sua vez o perde com o aumento da temperatura.

Existem já seis enormes glaciares que estão actualmente a regredir a um ritmo avassalador, todos eles estão a ser erodidos pela acção de correntes oceânicas de agua quente, que por sua vez são originadas e direccionadas contra o continente branco por ventos fortes que foram também gerados devido às alterações climáticas.

 

ESA-Antartida_perde_gelo

 

Online

Temos 106 visitantes em linha